Club Med dá sinal verde para venda

Sem Comentários ainda

A diretoria do Club Méditerranée apoiou uma proposta ligeiramente melhorada de aquisição do grupo francês de resorts, depois que os dois maiores acionistas decidiram elevar em 3% a proposta de compra.

A Fosun, maior conglomerado privado chinês, e a Axa Private Equity, sediada em Paris, que já possuem 19,3% das ações, elevaram em 3% a oferta original, de € 17 para € 17,50 por ação. E a oferta pela dívida conversível do Club Med subiu de € 19,23 para € 19,79.

A oferta de € 17,50 por ação representa um prêmio de 26% em relação ao preço dos papéis da companhia no fim do pregão, de € 13,85, no dia anterior à apresentação da primeira proposta, em 27 de maio.

O conselho do Club Med anunciou ontem ter votado por unanimidade pela aceitação dessa oferta. Assim, o valor de mercado do grupo, pioneiro no conceito de hospedagem “com tudo incluído” quando criado em 1950, atinge € 557 milhões.

O conselho tem 14,9% das ações, que, juntamente com os 19,3% da Fosun e da Axa, significa que a proposta tem o apoio de acionistas que representam 34,2% do capital do Club Med.

A Fosun e a Axa são parceiros iguais na oferta, que será válida se eles controlarem 50,1% das ações, em bases totalmente diluídas. Se houver absorção de 95% da oferta, elas poderão tirar o Club Med da bolsa de valores, fechando o capital após 47 anos no mercado. A oferta formal de compra se inicia em 12 de julho.

Mas alguns acionistas minoritários do Club Med não estão convencidos de que a proposta melhorada atende ao valor que a companhia possui.

Romain Burnand, codiretor da Moneta Asset Management, uma gestora de fundos com sede em Paris, que detém 3% das ações, não é um dos descontentes. “O Club Med não é uma história de recuperação e poderá valer o dobro do que vale hoje num prazo de cinco anos. Portanto, um acréscimo de 50 centavos [de euro] não fará diferença para nossa visão de recusar a oferta, que vemos como financeiramente dirigida e oportunista”, afirma.

Sob os termos do acordo, a Axa e a Fosun terão, cada uma, 46% de uma holding, enquanto os administradores ficarão com os 8% restantes. A holding participará da disputa pelas ações. As ações do Club Med fecharam o pregão em Paris com alta de 0,8%, a € 17,46.

Fonte: Jornal Valor Econômico. 

Link:  https://www.valor.com.br/empresas/3174872/club-med-da-sinal-verde-para-venda#ixzz2XRq6jQwo

Fale com a Target

    Nome

    Empresa

    Email

    Telefone

    Mensagem

    Target Advisor

    Fusões & Aquisições e Finanças Corporativas

    (11) 3031-5777
    contato@targetadvisor.com.br
    Av. Brigadeiro Faria Lima, 2229
    conjunto 92 – São Paulo
    Angélica Silva
    A Seguir

    Relacionadas Posts

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Licença Creative Commons Esta página foi licenciada por Target Advisor com a licença Creative Commons; disponível em Club Med dá sinal verde para venda.